Histórico

Home / Histórico

Tudo começou quando eu ainda era bem criança e brincava de dar conselhos para minhas bonecas, brincava também de imitar programas de televisão que aconselhavam pessoas, falavam de relacionamento familiar, sobre vivermos bem e com equilíbrio.

Eu nem imaginava o que era psicologia, mas sempre me interessei pelo ser humano e sempre acreditei na força interior, na superação de obstáculos, na busca pela felicidade. Só mais tarde, no primeiro ano da faculdade de psicologia em 1979, descobri que desde cedo já podemos sentir nossa verdadeira vocação.

Hoje, no trabalho que realizo na área de Orientação Vocacional na Clínica e em Escolas, refletimos sobre nossa vocação estar presente desde o início da vida e que através do autoconhecimento podemos descobrir aquilo que fazemos com muita facilidade, com muito amor e que nos dá um enorme prazer, ou seja: interesse, satisfação e potencialidade formam a base de nossa vocação, o psicólogo é só um facilitador que vai auxiliar nesse processo.

Na faculdade, cada novo conhecimento era absorvido como uma nova descoberta. A vontade de auxiliar o ser humano em suas lutas e conquistas, contribuindo com seu crescimento e evolução ficava cada vez mais forte em minha vida. Quantas contribuições de tantos psicólogos maravilhosos, pessoas iluminadas, que iniciaram esses estudos e descobertas sobre a mente humana, as emoções, os sentimentos, os pensamentos....

Como é maravilhoso poder entrar na história de vida de um ser e poder contribuir em seu processo interior de crescimento e realização. Agradeço às grandes mentes brilhantes de Sigmund Freud, Carl Gustav Jung, Wilhein Reich, Jacob Levy Moreno e tantos outros que se dedicaram para a construção do que hoje é a psicologia. Porém, quando entrei em contato com a teoria humanista de nosso admirável e inigualável Carl Rogers, senti que tudo o que eu aprendia era o que sempre acreditei, foi uma identificação completa, em seus livros estavam escritos os meus pensamentos, as minhas verdades, a forma como respeito, admiro e valorizo o ser humano. A minha sensação era como se eu já conhecesse tudo aquilo que estava aprendendo. Foi mágico, e continua sendo até hoje. Muito obrigada Carl Rogers.

Agradeço também a todos que colaboraram e aos que continuam colaborando para a construção do conhecimento que tenho sobre o ser humano hoje. Em especial agradeço a Deus, fonte de todo amor e de toda a sabedoria que nos dá a força e todos os recursos que precisamos para a nossa vitória. Agradeço minha família, pois família é a base de tudo, onde construímos nossos valores e aprendemos a amar. Agradeço aos grandes amigos de jornada e a todos os meus queridos e amados pacientes, aos que participaram e aos que hoje participam desta construção de saber e amor. Sei que ainda temos muito a aprender, pois a vida pode ser considerada como uma grande escola onde constantemente estamos aprendendo e nos modificando. Aproveitemos então, todas as situações e acontecimentos, como verdadeiras oportunidades para o nosso crescimento e evolução. Tenhamos a humildade de estarmos sempre abertos para novas descobertas, pois nisso consiste a construção de nosso saber.

Maria Cristina Malimpensa Mariana CRP: 06/19421